Segunda, 23 de Outubro, 2017
Zoom


Todos falam da ABS


alt

 

“A ABS depois de visitar e fazer a avaliação das usinas de Barra Bonita, Ibitinga e Bariri nos deram a certeza e a confiança em nosso sistema de gestão. Dali a 4 meses conquistamos a certificação das normas OSHA 18001 e ISO 14001”

Alexandre Pereira Piedemonte, gerente de segurança da AES Eletropaulo (em 2011 era gerente de segurança da AES Tietê)

 

 

“A ABS tem um produto acadêmico muito bom, quem trabalha na área de segurança não tem como não conhecer a ABS. As boas práticas que a ABS publica e divulga não tem como não ser leitura obrigatória”

Jackson Farias de Oliveiragerente de segurança e meio ambiente da AES Sul

 

“Percebo o incentivo e a motivação que o Prêmio ABS proporciona às empresas. Eu sempre comparo o Prêmio ABS ao Prêmio Nacional da Qualidade, o PNQ. Ser certificada por uma entidade com embasamento e credibilidade em matéria de saúde e segurança do trabalho, receber o canequinho e poder dizer que a empresa na qual trabalho foi reconhecida porque fez e faz prevenção é muito bom. É bom para o negócio e bom para o trabalhador”

Marcelo Gomes dos Santos, coordenador de segurança do trabalho na AES Eletropaulo

 

 

alt

 

“A ABS está fazendo algo que ninguém ainda fez, que é participar das perícias judiciais sobre vibração, a troco apenas das custas das despesas. Acompanhamos o perito que, muitas vezes, não tem equipamento, fazemos as medições e entregamos o laudo. Nós desenvolvemos esse trabalho porque entendemos que um dos objetivos da ABS é despertar, divulgar e gerar conhecimento”

Sérgio Latance Júnior é engenheiro eletricista industrial, eletrônico, de avaliações e de segurança no trabalho. Sócio fundador da ABS

 

 

alt

“O Prêmio ABS é uma tremenda ferramenta de gestão. Todas as empresas que passam pela avaliação, gostam muito e voltam. Adquirem conteúdo em matéria de sistema de gestão para meio ambiente, segurança e saúde no trabalho e combate a incêndio. Avaliamos o sistema de gestão das empresas em um ano e vemos a melhoria no ano seguinte. Nós da ABS estamos preocupados em apresentar corretamente o sistema de gestão, ensinar como fazer, encontrando as arestas no sistema das empresas e sugerindo mudanças, o resultado positivo vai ser consequência desse trabalho conjunto”

“O sentido dos cursos na FISP 2012 é o de abrir portas e ai, vai entrar quem quer. Promove a motivação para crescer. Sentimos que a quantidade de profissionais foi reduzida, entretanto aumentou a qualidade. Todos estão nos cursos direcionados para aprender, só vem quem tem realmente interesse naquele determinado assunto”

Celso Luis de Oliveira, engenheiro eletricista e de segurança do trabalho. Sócio fundador da ABS

 

Os cursos técnicos promovidos pela ABS na FISP deste ano são específicos e muito bem direcionados para atender a carência encontrada no mercado. Sempre considerei importante a presença de cursos assim em uma feira de segurança. Os profissionais da área vêm atraídos pelas novidades e também por objetivos específicos em sua área de atuação“

Antônio Carlos Sandin, consultor e assessor em segurança e saúde do trabalho. Atua há 25 anos

 

alt“A FISP é um momento de demonstração de força de uma área técnica, inovações e novos produtos. Tudo o que se preocupa com a preservação da vida humana é muito favorável. Os cursos promovidos pela ABS neste ano foram muito importantes, primeiro pela troca de experiências, ligando de ponta a ponta o Brasil em uma única sala e, também, mostrando o que está mais avançado em um lugar e menos no outro. Nesses cursos é possível transmitir a base e as novidades para lugares mais afastados do país”

“A ABS congrega profissionais que buscam fazer a parte pensante da prevenção das atividades laborais. Em segurança do trabalho, nós temos a parte política, a parte técnica e as coisas são dissociadas, não há a parte pensante, o que compromete o desenvolvimento da área”

 Cosmo Palasio de Moraes Júnior é técnico em segurança do trabalho há 25 anos

 

alt

 

“Hoje, somos referência dentro da Embraer e um dos indicadores foi o Prêmio ABS. Nossa parceria vem desde 2007 quando resolvemos avaliar nosso sistema de gestão. Escolhemos a ABS como um órgão certificador, neutro, idôneo para avaliar nosso sistema de prevenção e combate a incêndio. Em 2011 conquistamos o Prêmio TOP Ouro e já estamos trabalhando em busca do Prêmio TOP Diamante” Confirmar o ano

Gilmar Rocha, supervisor de emergências corporativas da Embraer

 

 

alt

“Eu acredito que todas as pessoas que escolheram a carreira de Saúde e Segurança do Trabalho têm amor pelas pessoas, amam o próximo. Gostar do próximo sem querer nada em troca, de forma incondicional é muito difícil e raro de se ver”

“A ABS agora está mais madura. Hoje os profissionais que compõem a entidade tem a obrigação de transferir o conhecimento, esse é nosso objetivo primordial. A visão prevencionista da ABS é multidisciplinar, nós não acreditamos que a visão prevencionista fica restrita a uma formação e sim a várias, que de alguma forma se coadunam, são médicos, psicólogos, sociólogos, técnicos, engenheiros. Sozinho ninguém faz nada é preciso que cada um contribua com seus conhecimentos”

“Sinto uma evolução das empresas que participam do Prêmio, muitas delas reestruturam seu sistema de gestão e passam a enxergar o que antes não viam. Todas as empresas avaliadas recebem um relatório com chances de melhoria e muitas colocam essas melhorias como meta a serem alcançadas”

Paula Scardino, presidente da ABS e técnica em instrumentação e controle de gases perigosos e irradiação de campo eletromagnético

 

alt

“A ABS criou todo o regulamento do Prêmio Dupont que premia os melhores cases de segurança. Buscamos identificar uma entidade prevencionista que desse idoneidade ao prêmio e a ABS atendeu a nossa necessidade. Desde a comissão julgadora, a avaliação dos cases até a escolha dos vencedores. Nós queríamos fazer um negócio novo, mostrar algo bonito, as boas práticas em segurança do trabalho e a ABS nos ajudou nessa conquista”

Bruno Pimentel Alves Bezerra, gerente de vendas da área de roupas de proteção pessoal da Dupont do Brasil

 

 

alt

“Eu tenho a convicção de que a ABS tem uma estrada muito grande pela frente e uma delas é a luta pela eliminação dos fatores causais que geram tanto sofrimento. Acredito também que a ABS tem o dever de lutar para mudar o conceito que hoje se tem sobre prevenção de acidente, tem de se agir na base do problema, ter atitude pró-ativa e não reativa”

Claudio Szulcsewski, engenheiro mecânico e de segurança do trabalho. Atua na área há 45 anos.