Segunda, 23 de Outubro, 2017
Zoom


Embraer considera o Prêmio ABS um indicador para programas e certificações

 

Por

Patrícia Pontes

MTB 49.278

A empresa nacional de aviação Embraer é parceira da ABS desde 2007 e revela que as avaliações de sistemas de gestão que a ABS realiza por conta do Prêmio ABS são decisivas para a conquista de certificações internas e externas.

A Embraer considera a Agência Brasil de Segurança - ABS um indicador para a conquista das certificações. Hoje somos referência dentro da própria empresa, afirma o supervisor de emergências corporativas da Embraer, Gilmar Rocha. “Nossa parceria com a ABS vem desde 2007 quando resolvemos testar nosso sistema de gestão. A ABS veio como um órgão certificador, neutro, para avaliar a área de prevenção e combate a incêndio. Apesar de termos nosso sistema de gestão interno, fomos buscar no mercado uma entidade idônea que nos avaliasse, para saber como estávamos diante do mercado.”

Rocha relata que no primeiro ano de participação do Prêmio ABS, a célula de Prevenção e Combate a Incêndio conseguiu a certificação Prata. No ano seguinte, em 2008, foi conquistada a Prata novamente, mas com elevação da pontuação. Em 2009 veio o Ouro e em 2011 o ouro foi mantido, conquistando uma pontuação bastante agressiva. “A meta agora é conquistar o Prêmio ABS categoria Diamante”.

“Em cima dos relatórios de avaliações que a ABS nos enviava, nós criávamos planos de ação para tentar sanar o que era identificado como ponto de melhoria e melhorar assim o desempenho. As recomendações propostas também faziam parte dos nossos objetivos e metas. A ABS também utiliza de um sistema de avaliação semelhante ao da FNQ - Federação Nacional da Qualidade, assim como nós”, detalha o superviso de emergências.

 

 

“Nossa parceria com a ABS vem desde 2007 quando resolvemos testar nosso sistema de gestão. A ABS veio como um órgão certificador, neutro, para avaliar a área de prevenção e combate a incêndio.

Gilmar Rocha, supervisor de emergências corporativas da Embraer

 

 

 

No processo de melhoria contínua a equipe de salvamento e emergências da Embraer utilizava as próprias ferramentas fornecidas pela empresa, numa melhor forma de utilizar o que já havia. Houve uma grande sinergia entre o Prêmio ABS e o Programa de Excelência Empresarial - P3E que a Embraer lançou. Os dois programas são similares, a busca da melhoria contínua, indicadores e evolução dos processos, aumentando o nível da qualidade.

O supervisor lembra que foram traçados objetivos pela ABS e pela Embraer e isso motivou a sua equipe. “A ABS ajudou a conseguir 1 dos 12 indicadores para a conquista do Ouro no Programa de Excelência Empresarial - P3E. Anualmente somos auditados de 4 a 5 vezes por ano entre as normas 14000, 18000, seguradora e, o nível de exigência é alto. Conseguimos baixar o preço do seguro em mais de 100 mil reais, por bom desempenho e qualidade nos processos.”

Rocha diz ainda que a conquista da certificação Ouro no programa interno da empresa foi impulsionada pelo trabalho da ABS. Durante esse período a célula dos bombeiros passou por 8 ou 9 avaliações em momentos diferentes e com equipes diferentes. “Uma das metas era ser Ouro e conquistamos. Com isso, aprendemos que não temos que nos preparar para a auditoria seja ela de que nível for, temos que estar prontos a qualquer momento, não é preciso agendar.”

A Embraer atua de forma global com ação local, sempre de modo preventivo. A empresa possui 636 células de trabalho, sendo uma a equipe de bombeiros. Neste Programa de Excelência existe 4 categorias: Qualificada, Bronze, Prata e Ouro. Na Qualificada o programa entende que a célula consegue se estruturar. Na categoria Bronze a célula precisa mostrar que sabe implementar as ferramentas criadas pela empresa, já na Prata é o início dos primeiros resultados e a maturidade do processo. Na categoria Ouro há a maturidade do processo, resultados significantes e uma sustentabilidade de 12 meses.

A base da célula de bombeiros da Embraer fica em São José dos Campos, as outras estão situadas em Gavião Peixoto, Botucatu, Elerbe e Eugênio de Melo. Atualmente o efetivo é de 57 bombeiros espalhado nas unidades do Brasil. “Nós somos a primeira célula da Embraer no mundo a conquistar o Ouro no Programa de Excelência Empresarial P3E”, finaliza Rocha.